Ferramentas de Automação de Marketing: afinal, para que servem?

Investir em marketing digital se tornou algo indispensável no mercado atual. São diversos os benefícios que uma empresa pode alcançar com uma estratégia de sucesso, principalmente quando o assunto é aumentar as vendas.

Mas, para fazer todas as ações de marketing rodarem com sucesso, é preciso muito esforço! Vários processos ocorrerão de forma paralela e estarão ligados um ao outro.

Lidar com tudo isso manualmente não é uma tarefa simples — é para isso que servem as ferramentas de automação de marketing.

Mas afinal, o que é automação de marketing?

Ações que envolvem marketing digital, como aquelas realizadas por meio de e-mail marketing, blogs, redes sociais, nutrição de leads e sites, precisam ser constantemente geridas, atualizadas e analisadas.

A automação de marketing será o processo que entra no meio disso tudo, unindo as estratégias e otimizando-as. O procedimento será feito a partir de softwares — ou ferramentas —, que analisarão e classificarão dados automaticamente. Isso ajudará seu time a definir quais ações devem ser tomadas.

É importante destacar que a automação de marketing não exclui a necessidade de se ter uma boa equipe de marketing ou de contratar uma agência. O que ela fará é ajudar a automatizar alguns processos e facilitar a gestão da estratégia e a análise de dados, tornando o time mais produtivo.

O planejamento de marketing, a produção de conteúdo de qualidade e outras ações são os elementos mais essenciais para se obter bons resultados.

Que benefícios as ferramentas de automação de marketing podem oferecer?

O uso de ferramentas de automação de marketing vai ser um passo extremamente importante para sua empresa, tanto internamente quanto externamente. Confira alguns benefícios que você pode alcançar:

1. Melhora na nutrição de leads

Os leads são clientes em potencial. Para que eles sejam bem nutridos, ou seja, para que recebam conteúdo relevante e de acordo com suas demandas, é preciso enviar as mensagens certas, na hora certa. Fazer isso manualmente, além de demandar muita atenção e tempo, ainda pode gerar erros.

Com uma ferramenta de automação, será mais fácil enviar informações relevantes para cada lead. Isso também faz com que ele seja levado de uma etapa do funil de vendas (processo que acompanha o cliente desde o conhecimento sobre o serviço ou produto oferecido por você até o fechamento da compra) para outra de forma muito mais eficiente.

2. Facilitação das vendas

Um lead melhor nutrido é um lead mais qualificado e engajado. Se o cliente em potencial já chega mais informado para o vendedor, o processo de venda é muito mais fácil.

3. Aumento do ROI do Marketing

Com a automatização, você precisa gastar menos com diversos processos, as ações serão mais assertivas e sua equipe estará mais livre para aplicar estratégias e nutrir leads, gerando ainda mais vendas.

Ou seja, você gastará menos e ganhará mais, gerando um ótimo ROI (Retorno sobre o investimento).

Quais são as funções dessas ferramentas?

Você perceberá que existem diversas ferramentas de automação à sua disposição e todas elas podem possuir diferentes funções. Para te ajudar a escolher uma boa ferramenta, reunimos algumas funcionalidades que elas oferecem:

  • Envio e gestão de e-mail marketing: Você poderá programar o envio de e-mail marketing de acordo com cada ação do usuário. Além disso, as ferramentas de automação te permitem verificar os dados dos leads para criar mensagens específicas para cada grupo, de acordo com suas características.
  • Gestão de redes sociais: É possível programar postagens e campanhas em redes sociais, o que torna a interação com o usuário mais fácil e rápida.
  • Gerenciamento de leads: As ferramentas te ajudam a acompanhar o processo das leads no funil de vendas, o que permite definir e automatizar o envio de mensagens, ações e promoções de acordo com o comportamento do usuário.

Além desses, há diversos usos que você pode aproveitar nas ferramentas de automação de marketing. Se a sua empresa deseja fechar vendas de forma mais rápida e fácil, a automação pode ser de grande ajuda!

Quer saber sobre outras ferramentas e estratégias que podem auxiliar sua empresa? Assine nossa newsletter e fique por dentro das maiores tendências do mercado!

Conheça todas as etapas da segmentação de Leads

Você já parou para pensar em quão bem você conhece seus clientes? Executar uma boa segmentação de leads demanda um bom conhecimento sobre seu público-alvo — e, é claro, sobre os seus próprios produtos e serviços.

Se você entende o comportamento do seu consumidor e todas as características do benefício que oferece a ele, terá tudo para estruturar um funil de vendas com foco em potenciais clientes. Alimentados com o conteúdo certo, portanto, eles terão ainda mais chances de realizar uma compra consciente ao fim da jornada.

No artigo de hoje, você vai aprender a identificar todas as etapas de segmentação das leads, desde a atração até a nutrição. Quer saber como investir melhor seus recursos e aumentar suas vendas? Então confira o artigo a seguir!

Fase de conscientização: o início da segmentação de leads

De acordo com a metodologia do Inbound Marketing — que visa ganhar a atenção do cliente por meio de conteúdo qualificado —, a etapa de conscientização é aquela em que a persona, ou cliente ideal, tem um problema ou uma expectativa, mas ainda não sabe bem nomeá-los. 

Aqui, lançamos mão de um conteúdo mais abrangente e informativo, no formato de e-books e blog posts, a fim de educar e engajar o visitante no seu site e blog.    

Fase de consideração

Na etapa de consideração, seu visitante é uma lead que já interagiu com o material que sua marca produz, portanto, já foi evangelizado o suficiente para nomear seus problemas e expectativas. Agora, ele passa a considerar opções para resolvê-los.

É hora de instigá-lo a optar pela sua solução por meio de um material um pouco mais especializado, que lhe dê base para comparações, como planilhas e calculadoras, além de apps. 

Fase de decisão

Na etapa mais avançada do funil, a lead já está preparada e dispõe de todas as informações necessárias para que esteja apto a fechar uma compra. 

Para lidar com essa lead quentíssima e impulsioná-la a bater o martelo sobre seu produto e/ou serviço, todo cuidado é pouco: materiais como demos e cases de sucesso que envolvam sua marca são ideais.

Além disso, é fundamental disponibilizar canais como “Fale com um vendedor” ou “Fale com um consultor” para que essa lead possa resolver dúvidas específicas de última hora e, assim, eliminar toda e qualquer objeção.

A importância do pós-vendas

Mas se quiser realmente fidelizar seus consumidores — e, consequentemente, reduzir o custo de aquisição de cada cliente (CAC) —, o processo de segmentação de leads não deve parar.  

É justamente no pós-venda que tem início a etapa de nutrição de leads, com o objetivo não só de gerar uma nova venda — o almejado upsell —, mas de transformar seus clientes satisfeitos em verdadeiros promotores informais da sua marca.

Entra em ação as campanhas de e-mail marketing, por meio das quais você poderá enviar um conteúdo diferenciado com promoções e descontos para sua base de clientes, estabelecendo, assim, um relacionamento mais duradouro e rentável com todos eles.

E então, gostou desse artigo? Quer ficar por dentro de mais conteúdos para alavancar suas estratégias de marketing digital? Assine agora a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!