Explorando os diferenciais da sua escola

Você sabe quais são os diferenciais da sua escola? São aquelas características únicas, porém, elas devem ser percebidas de forma positiva pelo público-alvo. Ou seja, além de ter propostas diferentes, é preciso fazer com que elas sem notadas pelas pessoas. Preço, produto ou serviço, qualidade, atendimento, equipamentos, metodologia, corpo docente, entre outros, são alguns dos aspectos que podem ser considerados diferenciais. Mas como explorá-los no marketing educacional? É o que você vai descobrir no post desta semana.

Usando as características a favor da escola

O primeiro passo é enfatizar os benefícios que essas características proporcionam aos alunos, ao invés de apenas citar pontos “vazios”, como “temos equipamentos de alta geração”. Você pode enaltecer o seu sistema de ensino como um facilitador para os aprendizados por meio de recursos multimídia, por exemplo. Os diferenciais da sua escola devem ser vistos pelos clientes como vantagens ao adquirir o serviço da instituição.

Qual a importância dos diferenciais da sua escola?

Diante de um mercado tão competitivo, é extremamente relevante que a sua instituição de ensino de destaque em meio a tantas outras. Os diferenciais da sua escola vão deixar os alunos mais preparados para o mercado de trabalho, melhorar a rotina de estudos, além de deixar os  pais e responsáveis muito satisfeitos. Os jovens que estão na fase de escolher a profissão, poderão usar os recursos da escola para saber mais sobre a carreira escolhida e se aprofundar no tema antes de tomar uma decisão.

E como criar vantagens competitivas?

Primeiramente, identificar quais são os pontos fortes e fracos da instituição. Depois, identificar para qual público-alvo o seu marketing será direcionado. Conhecer o seu público é uma maneira eficiente de descobrir suas necessidades, e assim, saber o que eles enxergam como diferencial em relação a sua escola e os outros players do mercado.

Aproveite para ler também o nosso texto sobre as melhores práticas de marketing educacional. Até a próxima!

Como captar e reter alunos?

Captar e reter alunos são os principais objetivos do marketing educacional, mas atingi-los não é tão fácil assim. Existem algumas maneiras de conseguir novas matrículas e evitar que atuais alunos saiam da instituição de ensino. Confira três dicas que vão te ajudar nesse desafio:

Conteúdos segmentados e relevantes

O marketing de conteúdo pode ser útil também para as instituições de ensino. Conteúdos que informem, eduquem e tragam assuntos relevantes para a vida do leitor podem chamar atenção de potenciais alunos que procuram um lugar para estudar no Google. Você também pode produzir textos para o blog do colégio/universidade que ajude uma pessoa a avançar na sua jornada de compra.

Como existe uma grande variedade de conteúdos já publicados, evite ser muito genérico. Crie personas e use-as como base para falar dos seus cursos e objetivos.

Atendimento e estrutura de qualidade para reter alunos

O serviço que a sua instituição oferece aos alunos é o que fará a diferença na hora de decidir se eles vão ficar no seu colégio ou não. Se não houver estrutura básica, será difícil reter alunos. Para promover uma boa experiência, ofereça um corpo docente qualificado, laboratórios modernos, metodologias eficientes, rapidez no atendimento, espaço de lazer e salas confortáveis.

Marketing de defensores

Esse tipo de marketing visa defender uma marca em círculos sociais, por meio de promotores. É uma ótima tática para conseguir novas matrículas, já que as opiniões dos estudantes costumam ter muito peso na decisão de outros alunos. O marketing de defensores também é eficiente no processo de reter alunos, já que esses promotores começam a ter um relacionamento mais próximo dos estudantes e oferecer condições especiais para que eles continuem na instituição do ensino.

 

Não deixe de ler também os nossos textos sobre funil de matrícula e marketing educacional.

Até o próximo post!

Como utilizar o blog para fazer o marketing do seu e-commerce

O blog é umas das ferramentas utilizadas pelas empresas para expandir a comunicação com os consumidores, disponibilizar conteúdos úteis relacionados ao ramo de negócio e otimizar as regras de SEO.

Assim com o site institucional ou o e-commerce, o blog precisa ser planejado e bem estruturado. As estratégias de marketing de conteúdo ajudam a trazer mais credibilidade para a sua empresa e a posicionar o site nas primeiras posições dos mecanismos de busca orgânica.

Mas que tipo de conteúdo postar no blog? Como fazer com que ele se torne uma ótima estratégia de marketing? Confira as nossas dicas para otimizar o marketing do seu e-commerce.

Faça um planejamento estratégico

Antes de começar a produzir os conteúdos para o seu blog, elabore um planejamento com todas as postagens que você pretende fazer no mês. Mantenha uma periodicidade, como por exemplo, textos duas vezes na semana. Assim os seus leitores já saberão quando esperar por uma postagem do blog, o que auxilia no processo de fidelização dos consumidores.

Utilize palavras-chaves nos textos

Para otimizar as técnicas de SEO e melhor ranquear o seu site nas ferramentas de busca, utilize palavras-chaves dentro dos textos do blog. O conteúdo ajuda os robôs do Google a considerarem o seu site relevante para quem busca por aquele assunto, colocando-o em uma melhor posição, o que consequentemente trará mais acessos para o site.

Envie newsletters

Você também pode enviar os conteúdos do seu blog para os seus clientes via newsletter. Além da busca orgânica, a news pode aumentar muito o tráfego do blog e fidelizar os leitores. Mas não exagere na frequência! O excesso de e-mails pode fazer com que as suas mensagens sejam categorizadas como spam ou se tornam um incomodo para os destinatários.

Varie no assunto

Produza conteúdos relevantes e novos para a sua audiência. Traga dicas, novidades, textos informativos e o que mais julgar interessante para quem acompanha o seu blog. Você pode utilizar esse espaço para dar dicas referentes ao seu ramo de negócio. Por exemplo: se a sua empresa for um salão de beleza, você pode escrever textos como “Dicas para ter um cabelo mais saudável” ou “Dicas para evitar a queda de cabelo”.

Invista também em conteúdos relacionados a novidades do seu negócio. Você vai lançar um produto inovador? Aproveite para escrever um breve texto sobre ele, falando sobre seus diferenciais e vantagens de adquiri-lo.

Tenha guest posts

Uma boa estratégia para conseguir links externos e mais visibilidade para o seu blog, é ter guest posts. Convide um blogueiro de grande influência na área para produzir um texto para o seu blog ou vice-e-versa. Você irá conquistar uma nova audiência para o seu site e conseguir links que apontem para o seu site em uma página externa, o que favorece muito o ranqueamento da sua página.

 

Concluindo, o blog é uma ferramenta poderosa para o marketing do e-commerce ou do site institucional. Se você tem uma loja ou pensa em abrir uma, não deixe de ler também o que é preciso para abrir um e-commerce e o que você deve planejar antes de abrir a sua loja virtual. Até mais!

gestão empresarial

5 problemas comuns dentro de gestão empresarial e como resolvê-los

5-problemas-comuns-dentro-de-gestao-empresarial-e-como-resolvelos.jpeg

Uma empresa é a soma de diversos setores, cada um com suas metas e peculiaridades. Assim sendo, é importante ter em mente que cada parte do empreendimento precisa de um olhar calibrado para suas necessidades.

Não saber disso é um dos problemas que os empresários mais enfrentam no comando de seus negócios. Para te ajudar a evitá-los de uma vez por todas, resolvemos trazer neste post os 5 erros mais comuns na gestão empresarial. Confira!

1. Processos seletivos ineficientes

Contratar alguém é fazer um investimento. Alguns empreendedores esquecem-se disso e deixam os processos seletivos fragilizados. O resultado? Uma rotatividade alta, que prejudica os projetos em andamento e faz com que mais recursos tenham que ser destinados a procurar um colaborador ideal para aquela função.

Ou seja, desperdício de tempo e dinheiro — duas coisas que jamais devem ser jogadas fora.

2. Produtividade

Você está com uma equipe afinada, profissionais engajados, que estão dando o seu melhor pelo projeto. Então, será que fazer várias reuniões com eles significa aproveitá-los?

O excesso de reuniões impacta diretamente a produtividade da equipe, quebrando o ritmo de trabalho. Conversar com o time todo é fundamental, mas sempre na medida certa.

3. Inabilidade para lidar com pessoas

Uma empresa não é feita apenas de números, mas, principalmente, de seres humanos. Isso deve ser levado em conta na gestão empresarial.

A falta de habilidade na hora de lidar com um cliente ou funcionário irritado, magoado, ou estressado pode fazer com que um pequeno atrito transforme-se em um grande problema. Evite expor as pessoas, deixe-as falarem e demonstre que você deseja ajudá-las.

Na hora do incêndio, seja bombeiro e não incendiário.

4. Falta de planejamento

Um dos grandes erros da gestão empresarial é não ter um plano detalhado com as metas que devem ser alcançadas. Já diz o ditado: “para quem está perdido, qualquer caminho serve”. Ter um horizonte otimiza a tomada de decisões, ajuda na correção de erros, além de tornar os investimentos da empresa mais certeiros.

Por isso, acompanhe a movimentação do mercado e analise com atenção os números da empresa.

5. Falta de transparência na tomada de decisões

Isso impacta a relação com a equipe e pode causar um dano irreversível à imagem do seu negócio. Tome cuidado para que suas decisões não soem autoritárias e, muito menos, que não pareçam ter credibilidade.

É necessário estabelecer confiança na gestão empresarial e para conquistá-la é preciso clareza. Assim, decisões podem ser discutidas e aperfeiçoadas, evitando problemas e criando um espírito de equipe.

Gestão empresarial é estratégica!

Ter uma gestão empresarial bem alinhada com os valores da empresa e seus objetivos torna o trabalho mais claro, agradável e eficiente, evitando prejuízos no caminho. Esteja sempre atento ao que acontece na sua empresa e no mercado. E saiba ouvir para aproveitar seus momentos de fala. Essa é uma peça-chave na gestão empresarial!

E por falar nisso, como anda a comunicação da sua empresa nas redes sociais? Todo mundo sabe das possibilidades que a internet proporciona, por isso, é importante estar atento a elas. Veja agora os 10 erros mais comuns ao utilizar links patrocinados e aprenda a evitá-los!